quarta-feira, 26 de outubro de 2011

FIQUEM COMIGO...


Antes que o Outubro vermelho termine resolvi postar esse vídeo, uma mostra da alma humana, idêntica em todo mundo. A alma é única e essa música nos mostra o sentimento de todas as pessoas quando alguma coisa toca em seus corações.

A música parece conseguir essa união entre humanos; aquela mesma união que John Lennon suplicou em Imagine e, de certa forma, em Stand by me.

Quando será que os homens irão perceber que todos somos iguais e os conflitos sangrentos terminarem; a inveja ser substituída pela admiração e a avareza pela generosidade? 

Quando poderemos, finalmente, olhar o outro como a nós mesmos e compreender a importância desse trânsito existencial?

Quando vamos perceber a necessidade da solidariedade?

Talvez seja o momento de dizer: "fique comigo!" Não só você amada, mas o mundo inteiro; para que os homens se compreendam e se tornem um só: humanos!

Fiquem comigo!...



FIQUE COMIGO

Quando a noite chega
E a terra está escura
E a lua é a única luz que nós veremos
Não, eu não terei medo, não, eu não terei medo
Apenas se você ficar comigo, fique comigo

E querida, querida, fique comigo, oh agora agora fique comigo
Fique ao meu lado, fique ao meu lado

Se o céu no que nós olhamos
Deva explodir e cair
E as montanhas devam se esmigalhar no mar
Eu não chorarei, eu não chorarei, não, eu não derramarei uma lágrima
Apenas se você ficar comigo, fique comigo

E querida, querida, fique comigo, fique comigo
Fique comigo, fique comigo, Fique comigo, sim

Quando você estiver em perigo
agora, agora, fique comigo
Oh fique comigo, fique comigo, fique comigo

Querida, querida , fique comigo, fique comigo
Oh fique comigo, fique comigo, fique comigo.


STAND BY ME

When the night has come
And the land is dark
And the moon is the only light we'll see
No I won't be afraid, no I won't be afraid
Just as long as you stand, stand by me

And darling, darling stand by me, oh now now
Stand by me
Stand by me, stand by me

If the sky that we look upon
Should tumble and fall
And the mountains should crumble to the sea
I won't cry, I won't cry, no I won't shed a tear
Just as long as you stand, stand by me

And darlin', darlin', stand by me, oh stand by me
Stand by me, stand by me, stand by me-e, yeah

Whenever you're in trouble won't you stand by me,
Oh now now stand by me
Oh stand by me, stand by me, stand by me

Darlin', darlin', stand by me-e, stand by me
Oh stand by me, stand by me, stand by me.

7 comentários:

PRECIOSA disse...

Simplesmente belo!

Agradeço sua visita e comentário
Abraços carinhoso
Precios Maria

blog da Paraguassu disse...

Olá Professor,
Este lindo vídeo nos traz um apelo, que me parece, de toda a humanidade: não nos abandonemos uns aos outros. Uma música maravilhosa, unindo todos os corações num só sentimento - o de não querer ficar sozinho. São gritos de todas as almas em uníssono, rogando para que se acorde mais e rápido, para que a solidariedade entre nós, humanos, seja a tônica repetitiva e constante, antes que tudo acabe.
Um grande abraço.
Maria Paraguassu.

BIA disse...

Oi Prof. Irapuan!!!

Esta é uma das lindas músicas de LENNON no qual ele sempre pregou e acreditou na paz, no amor, na união e no entendimento.
Bjus
Bia :)

Astrid Annabelle disse...

Olá Ira!
Eu adoro este vídeo. Tenho-o como um dos meus favoritos no meu canal do Youtube.
Sem comentários...apenas curtindo o som que é muito bom!
Beijo grande e agradecido por ter me chamado.
Astrid Annabelle

ღ Sensitivity ღ disse...

Parabéns pela linda postagem, professor. Quando vamos começar agir como seres HUMANOS? Pergunta que não quer calar. Beijinhos.

Nayara Borato disse...

Olá, desculpe invadir seu espaço assim sem avisar. Meu nome é Nayara e cheguei até vc através do Blog Recomeçar. Bom, tanta ousadia minha é para convidar vc pra seguir um blog do meu amigo Fabrício, que eu acho super interessante, a Narroterapia. Sabe como é, né? Quem escreve precisa de outro alguém do outro lado. Além disso, sinceramente gostei do seu comentário e do comentário de outras pessoas. A Narroterapia está se aprimorando, e com os comentários sinceros podemos nos nortear melhor. Divulgar não é tb nenhuma heresia, haja vista que no meio literário isso faz diferença na distribuição de um livro. Muitos autores divulgam seu trabalho até na televisão. Escrever é possível, divulgar é preciso! (rs) Dei uma linda no seu texto, vou continuar passando por aqui...rs





Narroterapia:

Uma terapia pra quem gosta de escrever. Assim é a narroterapia. São narrativas de fatos e sentimentos. Palavras sem nome, tímidas, nunca saíram de dentro, sempre morreram na garganta. Palavras com almas de puta que pelo menos enrubescem como as prostitutas de Doistoéviski, certamente um alívio para o pensamento, o mais arisco dos animais.



Espero que vc aceite meu convite e siga meu blog, será um prazer ver seu rosto ali.

http://narroterapia.blogspot.com/

Prof. Irapuan Teixeira disse...

Nayara Borato, continue com sua ousadia invandindo o meu espaço, sem problemas; como vc mesma disse, blog é para ser lido, visitado, comentado. Visitarei o seu. bjo.